Tenistas se preparam para a disputa do Mundo Tênis Open, o WTA de Florianópolis

Tenistas se preparam para a disputa do Mundo Tênis Open, o WTA de Florianópolis

Emma Navarro / Crédito: Cristiano Andujar / MundoTênis Open

A chuva deu uma trégua na manhã e começo da tarde deste sábado e as tenistas puderam se preparar nas quadras do Super 9 Tennis Park, no 

no Jurerê Sports Center, no bairro de Jurerê Internacional, para a disputa do MundoTênis Open, o primeiro WTA em solo brasileiro após sete anos, que é jogado em Florianópolis (SC). A competição começa neste domingo com o qualifying, com jogos a partir das 13h30, e vai até o outro domingo, 26, com partidas sempre a partir das 14h. A grande final de simples está prevista para 12h.

O sábado foi agitado com treinamento de nomes como a principal favorita do torneio, a americana Emma Navarro, 33ª do mundo, a italiana Sara Errani, ex-top 5 e vice-campeã de Roland Garros em 2012, além da australiana Ajla Tomljanovic, ex-top 35, com quartas de Grand Slams no currículo e tenista que aposentou Serena Williams.

“É minha primeira vez no Brasil, estou muito empolgada por estar aqui, é lindo aqui, as pessoas são legais, as quadras pegaram muita chuva nos últimos dias, mas fizeram um ótimo trabalho para deixá-las prontas para treinarmos hoje. Estou feliz por estar aqui”, disse Emma que vem em seu melhor ano na carreira e com o melhor ranking. Ela está à beira de virar cabeça de chave, uma das 32 favoritas do Australian Open, que a colocaria com caminho aberto para ir longo no primeiro Grand Slam da próxima temporada, em janeiro: “Eu não me preocupo muito com pontos ou ser cabeça de chave, não tento pensar muito nessas coisas , eu foco no curto-prazo , no processo que venho . Claro que seria legal se eu conseguir ser cabeça, mas não me preocupo muito”. 

A brasileira Gabriela Cé, que disputa o qualifying neste domingo, também fez seu treinamento com o técnico Renato Pereira, e destacou a importância da volta de um torneio desses ao Brasil: “Coração está batendo forte . Pro tênis feminino nesse momento é muito importante ter esse tipo de torneio de volta , sensação muito diferente poder jogar um WTA no Brasil. Veio uma nostalgia muito forte nos últimos dias até arrepia para falar. Pra mim pelo menos sempre foi muito especial consegui sempre jogar nos meus melhores níveis nos WTAs aqui, espero conseguir competir ao máximo e desfrutar de cada momento”

Teliana Pereira, que marcou época sendo top 50 e ganhou o WTA de Florianópolis em 2015, uma das maiores atletas do país, acompanhou o treinamento de Gabriela Cé o qual vem trabalhando como uma espécie de mentora ajudando sempre que pode. Ela lembrou os bons momentos vividos e o boom do tênis feminino brasileiro.

“Um lugar muito especial pra mim, ótimas memórias, relembrar isso é fantástico, mas o principal é estar aqui junto com o Renato e a Gabriela, somos amigas de longa data. Quero o melhor dela. O principal é isso, estar aqui não só curtindo, mas ajudando da forma que dá”, apontou a pernambucana radicada em Curitiba: “É super importante a gente estar voltando a ter um WTA aqui, ainda mais pelo momento que estamos vivendo do tênis feminino brasileiro, colhendo os bons resultados, a trajetória delas. Tivemos muitos anos com poucas meninas entre as melhores e agora elas colhendo os frutos do trabalho, é gratificante. Eu sou suspeita, quero que elas vão muito bem, não só elas por jogarem em casa, mas também a nova geração , vir aqui, assistir, estar junto”.

INGRESSOS À VENDA – Os fãs de tênis podem adquirir os ingressos para a competição. Entre eles o Ground Pass no valor de R$ 20,00 que dará acesso ao complexo mais as quadras 1 e 2 , quadras de treino e área interativa. Os ingressos que darão acesso à quadra central custam a partir de R$ 40  na arquibancada comum e também a opção colada à quadra com o BOX. Na sexta-feira, sábado e no domingo haverá Área VIP com Open Bar e comida. Os bilhetes podem ser adquiridos pelo site https://mundotenisopen.com/ .

A competição teM a premiação total de US$ 115 mil oferecendo 160 pontos para as campeãs nas chaves de simples e duplas. A chave será de 32 jogadoras para as simples com 16 duplas e qualificatório de simples de oito atletas. 

O torneio WTA em Florianópolis (SC) faz parte de uma grande gira sul-americana que começou por Colina (Chile) e passará por Buenos Aires (Argentina), a partir do dia 27, e Montevidéu (Uruguai), a partir do dia 4 de dezembro.


O Mundo Tênis Open tem o patrocínio da Mundo Tênis, FILA, Unique, Baía Sul Hospital, Help Emergências Médicas. Os patrocinadores institucionais são a Super 9 Tennis Park, Jurerê Sports Center, 

Prefeitura de Florianópolis, Rafa Nadal Academy e SAE. Os hotéis oficiais são o Jurerê il Campanario e Jurerê Beach Village. O torneio tem parcerias com a Oak Berry e Jurere Open para bem e estar.